(21) 97600-4958

Instruções de Envio

INSTRUÇÕES DE ENVIO E MONTAGEM

Dividimos as categorias abaixo em todos topicos principais:

• Cores e

• Fechamento de Arquivos

 


 

CORES / CINZA PARA IMPRESSÕES

Ao utilizar uma tonalidade cinza em uma arte, devemos tomar alguns cuidados para que possamos ter uma impressão de qualidade e sem divergência de cores.

As tonalidades de cinza, podem ser criadas apenas usando o canal K da paleta CMYK, veja:

InstruçãoCinzaAtual

Dessa forma, a tonalidade ficará mais nítida. Ainda é possível criar mais variações entre os cinzas, basta variar o canal K do 1 ao 100, no exemplo abaixo está em 33, veja:

cinza Cdr

 Porque não utilizar outros canais na composição do cinza?

Aumentar todos os canais de cores sobrecarrega a impressão, o que pode ocasionar variações na tonalidade escolhida, por exemplo:

cinza monitorimpressão

 

 

Observe que o canal K (preto) está inferior aos demais, dessa forma, as cores ciano, magenta e yellow se sobrepõe ao preto, fazendo com que o resultado final de sua arte não fique fiel a do monitor.

Devemos ter atenção para que a cor não fique muito fraca, sugerimos que utilize no mínimo 15% de  cor . Veja mais informações em “marca d’água”.

 


CORES / FIDELIDADE DE COR

Devido ao nosso processo gráfico, não trabalhamos com “prova de cor” do material. E por esse motivo podem haver variações de cores em uma mesma produção. Sendo assim, não garantimos fidelidade da cor enviada. Nunca uma impressão será igual a outra, podendo variar até 10% para mais ou menos dependendo da composição da matriz.

 


CORES / PRETO E CORES ESCURAS

·  Como utilizar a cor preta

Certos cuidados são necessários ao trabalhar com a cor preta na montagem das suas artes, uma vez que, sem observar algumas orientações, é possível que haja problemas no resultado da impressão, como manchas, decalques e tonalidades diferentes daquela que o cliente deseja.

 

Manchas: Caso o seu material tenha impressão frente e verso, tome cuidado com as cores que irá utilizar. Se a impressão da frente do material possuir cores escuras, faça a impressão do verso também com cores escuras. A mesma regra se aplica para cores claras.

Mas caso você queira mesmo assim utilizar cores diferentes, esteja ciente de que há risco de borrar ou manchar o material. Isso ocorre porque a cor de tom mais escuro mancha a parte que tem a cor mais clara.

 

Manchas

 

Exemplo: Frente com tons escuros e verso com tons claros. O verso que foi impresso com tons claros borrou. O mesmo pode ocorrer com seu material.

 

Confira abaixo os tipos de preto e as devidas orientações para evitar problemas na impressão.

 

TIPOS DE PRETO 

Devemos prestar atenção nos tipos de preto para impressão. Alguns merecem um cuidado especial para que não ocorram erros em sua finalização.

Confira abaixo todos os tipos de preto:

Preto Carregado

O preto carregado é um tipo de preto que não é aceito em impressões. Sabe-se que o preto está carregado quando a soma dos 4 canais da paleta CMYK supera 320%, ou seja, uma carga muito grande de tinta será liberada fazendo com que a impressão fique borrada ou cole em outros papéis.

Preto Carregado

Para verificar se o preto está carregado, execute as orientações abaixo:

Corel Draw
Selecione a ferramenta “Conta-Gotas de Cor” e coloque-a em cima de todas as áreas de preto da sua arte. Irão aparecer 4 números (referentes aos 4 canais do CMYK). Some esses números e confira se ultrapassam 300.

Ex: C90 + M85 + Y100 + K95 = 370% de cor (preto carregado)

Evite ao máximo esse tipo de preto. O mais indicado é utilizar preto fundo (C:40 M:0 Y:0 K:100) ou então preto puro (C:0 M:0 Y:0 K:100).

Illustrator e Photoshop

Abra a janela clicando em Color (Cor) – atalho F6 – ou por meio da opção Window (Janela), no menu. Selecione a ferramenta Eyedropper (Conta-gotas) teclando “I” e clique nas áreas pretas. As cores selecionadas serão mostradas na janela Color (Cor).

-> Continue lendo para saber mais sobre essas formas de uso da cor preta.

Caso o arquivo seja enviado com preto carregado, ele será colocado em pendência*, sendo solicitado ao cliente a correção. Somente após o reenvio do arquivo corrigido ele será encaminhado para a produção.

 

Como corrigir o preto carregado

O preto passa a estar “carregado” quando a soma dos 4 canais de cor do CMYK ultrapassa a porcentagem de 300%, podendo ocasionar manchas durante a impressão.

Ex: C: 100 M: 100 Y: 100 K: 80 = 380% de cor (preto carregado)

Então, em todos os textos ou curvas do seu arquivo, certifique-se de que a porcentagem total de cores não esteja ultrapassando 300%.

 

Caso o preto carregado esteja nas imagens é preciso que você diminua a porcentagem de cor. Para fazer isso, siga o passo a passo:

Corel Draw

  • No Gerenciador de Objetos, marque a opção “Mostrar propriedades do objeto”;
  • Selecione todo o arquivo e pressione as teclas “CTRL + U” para desagrupar as informações ou clique no sinal de “+”, localizado no campo “Camada 1”;
  • Em seguida selecione a ferramenta “Conta-gotas de cor” e coloque em cima de todas as imagens que contenham a cor preta;
  • Verifique se a soma de todos os canais ultrapassa a porcentagem de 300%;
  • Caso isso aconteça, selecione a imagem, e na parte superior clique no menu “Efeitos”;
  • Selecione a opção “Ajustar”;
  • Para finalizar, clique em Gama. A porcentagem de cor irá diminuir, não deixando a tonalidade do seu preto carregado.

Illustrator

  • Selecione a(s) imagem(ns) do arquivo, e com a ferramenta “Eyedropper Tool/Conta Gotas” verifique se as tonalidades de preto estão ultrapassando 300%;
  • Caso isso aconteça, selecione a(s) imagem(ns), e na parte superior clique no menu “Edit/Editar”;
  • Depois clique na opção “Edit Colors/Editar Cores”;
  • Agora selecione a opção “Ajust Color Balance/Ajuste de Balanço de Cores”;
  • Em “Color Mode/Modo de Cor” selecione a opção CMYK;
  • Em seguida diminua a porcentagem de cores;
  • Para finalizar selecione a opção “Preview” e clique em “OK”.

Photoshop

  • Selecione a(s) imagem(ns) do arquivo, e com a ferramenta “Eyedropper Tool/Conta Gotas” verifique se as tonalidades de preto estão ultrapassando 300%;
  • Caso isso aconteça, selecione a(s) imagem(ns) e na parte superior clique no menu “Image/Imagem”;
  • Em seguida selecione a opção “Adjustments/Ajustes”;
  • clique em “Curves/Curvas”;
  • Em Channel/Canal, selecione a opção “Black/Preto”;
  • Agora, vá alterando o marcador preto até chegar na cor ideal, que não ultrapasse 320%;
  • Para finalizar, clique em “OK”.

Preto Puro (ou Preto Normal)

O preto puro é a tonalidade mais recomendada para ser usada em textos ou curvas. Ele pode ser utilizado tanto na impressão digital como em offset. O preto puro não é recomendado na utilização do fundo das artes, pois na impressão pode passar a ter um tom marrom escuro. A configuração correta do preto puro é  C:0 M:0 Y:0 K:100.

Preto Normal

Preto Fundo

O preto fundo é uma tonalidade de preto recomendada para ser usada no fundo das artes por conter um pouco de ciano em sua composição. Entretanto, ele é indicado somente para impressos em offset, pois se produzido em impressão digital o preto ficará com tom azulado. Os canais de cor desse preto são: C:40 M:0 Y:0 K:100.

O preto fundo também serve como calço para que o preto não fique “lavado”.  Geralmente é utilizado em materiais como pastas, folders, etc.

Preto fundo

Preto Linha (ou Preto Contorno)

O preto linha é utilizado para proteger os textos com o fundo preto, e deve ser utilizado como contorno em textos quando eles estiverem a frente de um fundo preto, pois a tinta poderá “invadir” as outras cores durante a impressão. Com essa proteção, os textos ficarão mais nítidos. Os canais de cores desse preto são: C: 1 M: 1 Y: 1 K 100.

Preto Contorno


Impressão do cinza

Ao utilizar tonalidade cinza em uma arte é preciso tomar alguns cuidados para evitar divergências de cores.

As tonalidades cinzas devem ser criadas apenas usando o canal “K” da paleta CMYK. Para isso, basta variar o canal “K” do 1 ao 100. Recomendamos a não utilização de outros canais de cor na composição do cinza a fim de que a tonalidade não fique esverdeada ou avermelhada. Além disso, ao aumentar todos os canais de cor há a possibilidade de sobrecarregar a impressão, ocasionando variações na tonalidade escolhida e até mesmo causando manchas.

Caso o canal K (preto) esteja inferior aos demais, as cores ciano (C), magenta (M) e amarelo (Y) se sobreporão ao preto, fazendo com que o resultado final de sua arte não fique fiel ao que é visualizado no monitor.

ATENÇÃO: sugerimos que, ao trabalhar com o cinza, seja aplicado no mínimo 15% de cor no canal “K”, para que a cor não fique muito fraca. Veja mais informações no item “Marca d’água”.

COMO PROTEGER CORES CHAPADAS

Recomendamos que para as cores chapadas, como por exemplo, o preto fundo (C:40 M:0 Y:0 K:100), preto puro (C:0 M:0 Y:0 K:100), entre outras com grande porcentagem de cor, seja acrescentado ao material a cobertura de verniz total ou laminação fosca, afim de proteger a impressão, evitando riscos ou pequenos decalques em sua finalização.

Verifique o exemplo abaixo:

cartão de visita sem cobertura

cartão de visita com uv total

 


CORES / MARCA D'ÁGUA

·  A Marca d’água é uma excelente opção para utilizar na arte gráfica, porém para que a mesma saia conforme o desejado é importante seguir esta regra: a área de aplicação da marca d’água deverá ter, no mínimo, 10% de cor nos canais (CMYK) e/ou 10% de diferença entre a cor do fundo e a marca d’água, visando deixar a mesma visível na impressão.

Confira abaixo todos os exemplos com a aplicação da Marca d’água:


Marca d’água simples

Na Marca d’água simples*, indicada na imagem abaixo, a porcentagem usada nos canais de cor possuem, juntas, o mínimo solicitado de 10%, ou seja, a distribuição pode ser feita tanto na soma dos canais quanto em um canal único, isso vai variar de acordo com a composição usada.
O importante é que, independente da forma utilizada, a regra dos 10% de cor CMYK, seja respeitada.

*Marca d’água simples – fundo sem cor.

 

Marca d'água simples l Gráfica Atual CardComposição de cor Marca d'água simples l Gráfica Atual Card

Marca d’água com fundo

Quando a Marca d’água é usada com fundo de cor próxima a regra dos 10% de diferença de cor deve ser aplicada em cada um dos canais (CMYK), ou seja, não se aplica mais na soma dos canais.

 

Marca d'água com fundo l Gráfica Atual CardComposição de cor Marca d'água com fundo l Gráfica Atual Card

 

Veja que o fundo está com tonalidade mais escura (C90 M70 Y20 K20), logo os logotipos, feitos como Marca d’água, devem ter a diferença dos 10% aplicados em cada um dos seus canais de cor (C80 M60 Y10 K10).

Seguindo essa regra o efeito da Marca d’água é concedido sem que haja alteração na tonalidade de cor.

 

Marca d’água com fundo preto

As artes gráficas que possuem fundo preto requerem um cuidado maior no uso da Marca d’água, por isso, é importante seguir esta regra: 10% de diferença em cada canal CMY, e 15% no canal K. 

 

Marca d'água com fundo preto l Gráfica Atual CardComposição de cor Marca d'água com fundo preto l Gráfica Atual Card

 

Reforçamos que a alteração de 10% para 15% é dada apenas para o canal K, e somente se aplica se a composição do fundo estiver igual ou superior a 50%.

 

CORES / SAIBA O QUE É UM MODO DE COR E COMO DEIXAR NO PADRÃO DA GRÁFICA

·  Convertendo o arquivo para o modo de cor CMYK

Infelizmente, o Corel Draw aceita mais de um modo de cor no mesmo arquivo e muitas vezes esses arquivos são enviados para a produção.

Os modos de cores mais populares são: RGBCMYK e as cores Pantone®. A Gráfica trabalha apenas com o modo de cor CMYK e os arquivos devem estar de acordo com esta norma.

Preenchimentos em CMYK

Se você identificou no momento do diagnóstico que existem preenchimentos em RGB, PANTONE ou outro modo de cor, veja no filme a seguir como é prático e rápido fazer a conversão das cores para o padrão CMYK:
Preenchimento em CMYK

Contornos em CMYK

Não esqueça de repetir o procedimento para os contornos:
Contorno em CMYK

Obs: Métodos automatizados nem sempre têm resultados satisfatórios, o melhor e mais seguro método de conversão de cores para CMYK ainda é o feito manualmente.

Bitmap em CMYK

É muito comum utilizar imagens de máquina fotográfica digital, internet ou scaneadas. Estas imagens estão no formato RGB e devem ser convertidas para o modo de cor CMYK.
Imagem em CMYK

 

Degradês com preto

·  Lembre-se de calçar a cor preta quando utilizá-la em degradê.

Observe que no lado preto do degradê foram acrescentados os mesmos percentuais de cores dos canais que compões a cor do vermelho do outro lado.

cuidados_degrade

Isso deverá acontecer para qualquer cor que você utilizar, outro exemplo é em um degradê verde= C:100 M:0 Y:100 K:100 o lado da cor preta será C: 100 M:0 Y:100 K:100.

 

Azul escuro

·  O padrão utilizado para cor azul marinho no Corel Draw é C:100 M:100 Y:0 e K:0 que resulta em uma tonalidade roxa em seu impresso.

A Gráfica aconselha a utilização da composição de azul : C:100 M:80 Y:0 e K:10 (Azul Royal). Veja no exemplo abaixo.